Gestão da Petrobrás vende subsidiária a preço vil no apagar das luzes do governo Bolsonaro

Denúncia foi feita pela Associação dos Engenheiros da Petrobrás e envolve uma unidade de xisto entregue a um fundo canadenseswww.brasil247.com - Petrobras

Do site da Aepet – Ao apagar das luzes do governo mais entreguista que este país já viu, outro importante patrimônio nacional foi parar nas mãos do capital financeiro internacional. A Petrobras anunciou na noite de sexta-feira (04) a finalização da venda da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), situada em São Mateus do Su, no Paraná, para o grupo canadense Forbes & Manhattan Resources Inc.

A gestão da estatal informou que a operação foi concluída com o pagamento total de US$ 41,6 milhões, aproximadamente R$ 210 milhões na cotação atual. O valor da venda é pouco superior ao lucro registrado pela SIX em 2021 (cerca de R$ 200 milhões) e representa menos da metade do que a Petrobrás desembolsou no acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP) para sanar as dívidas relativas ao não recolhimento de royalties sobre as atividades de lavra do xisto durante o período entre 2002 e 2012 (R$ 540 milhões).

A cobiça do grupo canadense pela SIX vem sendo denunciada pelo Sindipetro PR e SC desde 2012. A trama envolve espionagem industrial, cooptação de ex-funcionários, prevaricação, entre outras irregularidades que foram relatadas em reportagem especial da revista Carta Capital (Leia aqui!).

A luta contra a privatização da SIX não terminou, muito pelo contrário. Existem ações judiciais em tramitação e denúncias junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Tribunal de Contas da União (TCU) por conta dos vários privilégios que a F&M obteve na aquisição da unidade e do prejuízo que essa transação representa ao erário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *